♛ Editora Sinna - Bienal 2017 ♛




Olá, meu povo! Faz muito tempo que não publico aqui, e voltei apenas por um motivo muito especial: A BIENAL!!! Pois é, esse evento que reune tantas pessoas maravilhosas e queridas. E hoje, eu quero apresentar pra vocês o calendário de uma editora muito querida (também faço parte dela ♡) que estará lá esperando por vocês. Vamos lá?

CALENDÁRIO SINNA BIENAL 2017

SESSÃO DE AUTÓGRAFOS:




03/09 - Vilões (12h às 14h)

03/09 - Katerine Grinaldi - 19:30h às 21:30 (estará todos os dias como expositora, porém, neste dia com uma sessão de autógrafos de seus livros.

06/09 -  O Pior Geminiano - Ludmila Bahia (12h às 14h)

09/09 - A Acusada - Patrícia Maiolini (12h às 14h)



OUTROS LIVROS EM EXPOSIÇÃO NO STAND:



O Trono dos Bruxos - Wesley Mendonça 

O Jogo do Enganador - Danilo Queiroz



CONHEÇA OS LIVROS:


Quer saber mais sobre cada livro que estará na bienal? Clique sobre as capas e confira a sinopse!

 
                                         



E pra você não ficar perdido, tá aí a localização do Stand da Sinna juntamente com a Delirium e a Lendari. Aproveitem e anotem na agenda também: (Pavilhão Azul, Rua G, estande nº G42.


Não esqueçam de curtir a página da Editora pra ficar por dentro de todas as novidades e acompanhar em todas as redes socias. É só clicar nos links que vou deixar aqui pra vocês PÁGINA ◊  INTAGRAM  SITE TWITTER


Agora é prepararem a mochila, levem muita água (e dindim, claro haha), pra poderem prestigiar esses autores lindos! Infelizmente não poderei ir, mas, meu coração estará com todos meus amigos escritores! Boa bienal pra vocês! Beijos

Resenha #83 Sublime - Christina Lauren



Editora: Universo dos Livros
Autor: Christina Lauren
Gênero: Drama/Romance
Páginas: 304
Ano: 2015

[Nota Pessoal]

Resenha da colaboradora Jéssica Silva. *Pode conter spoilers*

Colin é um jovem bonito que chama a atenção das garotas por onde passa; gosta de viver perigosamente fazendo manobras radicais e assim vive quebrando ossos de seu corpo deixando seus tutores, Joe e Dot, sempre preocupados.
Após a morte de seus pais, quando tinha 6 anos,  ele passou a viver e a estudar no colégio Saint Osanna, um colégio aparentemente normal se não fosse pelas historias que o rondavam sobre mortos que voltavam a vida para assombrar a escola que foi construída numa terra onde crianças filhos de colonizadores foram enterradas. Após uma semana da abertura da escola houve um incêndio que destruiu a capela e matou duas crianças, reforçando a historia de fantasmas já que estudantes afirmavam ver as crianças andando próximo do lago que havia na escola. Apesar do receio, Colin gostava de se aventurar pelas bordas do lago com seu amigo Jay... Mal sabia ele o que aquele lago o reservava.
A aparição repentina de uma nova aluna atrai a atenção de Colin; não era para menos já que ao se aproximar dela pela primeira vez no refeitório perguntando se ela foi ali para tomar café da manhã ela responder que achava que estava ali por causa dele.
A partir dai ele insiste em saber quem ela é. Ela parecia de outro mundo. Será que era real?
    
                               “Ela parece mais um agouro do que um ser humano...”

Lucy, não sabia porque disse aquilo para ele; não sabia quem era ele. Na verdade, mal sabia quem ela era, ou porque estava ali, ou como fora parar ali. Tudo era um enigma. Mas ela parecia ter uma única certeza: Ela estava ali por ele.
Ela se sentiu simplesmente aparecer em frente ao lago, sem memoria e confusa. O que ela estaria fazendo ali? Afinal não era nem pra ela estar deste mundo.
 
“Certamente Lucy é diferente para Colin em comparação a  como Jay a vê e é  difícil fingir que isso não  quer dizer alguma coisa. Ele é atraído para ela da mesma maneira que é sempre atraído para o lago”

Logo, Colin volta a procura-la, se aproximando com cautela; ela era reservada, mal respondia as perguntas dele, mas queria saber tudo sobre ele. Esse mistério que a envolvia só o fez ficar paranoico por ela. Mas de uma coisa ele sabia... Ela era diferente.
Lucy vai se lembrando de flashs com o passar do tempo, e sabe que cedo ou tarde terá que contar a ele seu segredo, sem fazer a mínima ideia de como faria isso. Como ele reagiria? Esse ele se afastasse dela? Ela não suportaria tal coisa, mais não poderia continuar mentindo para ele.
Ela tinha razão, ela não soube como lidar com aquilo, mais ao mesmo tempo ele queria saber mais, saber como era possível; ela já o havia conquistado e ele queria mais daquela garota, começou a quere-la mais até que a própria vida, e sabia que o sentimento era recíproco; os dois se envolveram de mais e não tinha mais como negar e nem retroceder e ele faria o possível e o impossível para ajuda-la; prova disso foi quando começou a mergulhar no lago congelado para ter hipotermia para encontra-la. Porem, tudo o que fazia ainda parecia pouco. Quando Lucy, desaparece novamente por mais de um mês, é de mais para ele suportar e isso só o faz ter certeza de que ele a amava e queria ficar com ela seja onde fosse, e ele tem que escolher, então, entre a vida e a morte para isso.

Um livro que ao mesmo tempo que parece cansativo e repetitivo te atrai para descobrir o que vai realmente acontecer e mesmo quando parece obvio, você continua a ler para ter certeza e saber se Colin realmente vai fazer o que for preciso para ter o amor de Lucy, um amor tão improvável que chega a ser impossível. Não sabemos bem o sentimento que predomina Lucy, se é certo ou errado o que ela faz. Mas nós faz pensar: será que realmente vale tudo por amor? Mesmo ele parecendo impossível? Só você poderá chegar a uma conclusão....
                                                                                                                                        Boa Leitura!





Resenha #82: Fica Ficando - Jane Tutikian



Autor:Jane Tutikian
Editora: Edelbra
Páginas: 64
Ano: 2007
Gênero:Infanto Juvenil
Skoob | Compre










[Nota Pessoal]


Oi pessoal! Hoje trago a vocês a resenha de um livro muito agradável, que me surpreendeu por ser tão bom e com tão poucas páginas. Li ele em uma horinha, super rápido.
O livro tem pouco mais de 60 paginas, porém não deixa aquela sensação de que faltou algo, sabe? E por ser um livro bem curtinho, a resenha também vai ser bem rapinha pra não dar spoilers.
Tudo acontece em apenas um dia. Na manhã do último dia de aula, Helena tem que aguentar suas amigas falarem sem parar da festa de despedida. Assim como elas, sua mãe insiste para que ela vá. Mas, Helena não se acha tao bonita, tão legal, tão atraente... aliás, ela nem sabe o que acha dela mesma. Aquele mal que quase todos nós temos, de querer ser alguém que não somos, desejar ser igual a outra pessoa que admiramos. Além disso, Helena não quer encontrar o sua paixonite na festa e ver ele se pegando com outra. Por que se esperasse que ele olhasse, notasse  ela, ficaria a vida toda sentada, não é?
Essa história adolescente, me fez voltar aos meus tempos de Colégio. Onde as emoções eram sempre muito exageradas. Quando ainda sentia frios na barriga so de ouvir o nome de um carinha que estava a fim. Toda aquela insegurança de quando se é muito novo. Enfim, pra quem é adulto, dá uma boa viagem no tempo haha. E foi legal me imaginar no lugar da Helena. Por que eu também tinha o péssimo hábito de me botar pra baixo, de achar que ninguém ia se quer me notar (o que não era verdade, pois sempre tinha, e eu que não queria acreditar. Aliás, nós temos a péssima mania de não admitir que somos desejáveis, atrativas).



Mas isso é coisa que se aprende, e ainda na adolescência mesmo. Assim como Helena vai aprender.
Acho que o livro passa uma mensagem bacana. De como devemos aprender a confiar em nós mesmo. De como é normal ter medo, sentir borboletas no estômago e as mãos suarem. Mas isso não impede de irmos atrás do que queremos. De deixar acontecer, ver o barco seguir, ver a vida rolar.
A adolescência é a fase mais difícil e complicada da nossa vida, sem dúvida. Por isso, se você é adolescente, super recomendo esse livro. Às vezes queremos dividir nosso pequeno pedaço do dia com alguém e não conseguimos. Talvez esse livro te ajude a se identificar com a Helena. E talvez você esteja vendo as coisas da maneira errada. Não é assim tão difícil... Mas também não é fácil. Sabe de uma coisa? Acho que quem complica tudo é a gente. Melhor descomplicar e aproveitar sua fase da vida. Sempre tendo em mente o que é melhor pra gente. E se tem um sonho, desejo, ou vontade de alguma coisa? Corre atrás. Antes que sua cabeça te engane achando que você não pode.
Além de uma história super bonitinha, envolvente, e leve, a diagramação do livro ta perfeita. Com ilustrações muito lindas.
Vale a pena ler Fica Ficando. Para todas as idades! Recomendadíssimo!



Resenha #81 Uma Mente Curiosa - Brian Grazer






Autor:  Brian Grazer, Charles Fishman
Editora: Citadel
Páginas: 296
Ano: 2016
Gênero: Biografia
Skoob | Compre










[Nota Pessoal] 

Este livro foi uma sugestão da editora para nosso blog. Aliás, quero parabeniza-los pelo cuidado atenção que teve com meu blog. Eles observaram a última resenha e procuraram sugerir algo que talvez eu fosse gostar mais e tivesse mais o estilo do blog. Não é muito amor? Eles acertaram na mosca!!
O autor, produtor e diretor de filmes, Brian Grazer (Uma mente brilhante, O mentiroso, Splash etc) conta como a curiosidade o levou a ser o que é hoje. Eu fiquei impressionada, como na época dele era mais fácil ter contato com as estrelas (não desmerecendo o trabalho dele naquela época, mas, lendo vocês entenderão), e conseguir um cargo desejado. Só precisava ser determinado, e claro, ser curioso. 
E é engraçado ver a forma que a curiosidade dele se aplicava. Ele gostava (e ainda gosta e pratica seu hábito) de se encontrar com pessoas importantes, artistas etc. Não para ficar mais famoso, ou ser amigo da pessoa. Ele era simples e genuinamente curioso a respeito da personalidade dessas pessoas. Queria entender o que os levara  a se tornar quem eram. E nesses encontros de muitas conversas e perguntas, algumas vezes ele tinha insights para suas histórias e outras não. Entre esses encontros, está Beyoncé, um chefe de Polícia, o criador da bomba de hidrogênio, Obama, Princesa Diana, Michael Jackson e muitos outros. Ele conversou com uma infinidade de pessoas importantes. Umas bem famosas, e outras nem tanto. Mas, descobriu que, o segredo não é encontrar as respostas, e sim, fazer perguntas. Sua curiosidade pode te levar muito longe, se souber aplicá-la em seu benefício.



Eu fico imaginando quão bom deve ser guardar essas histórias em nossas mentes. Quanto mais curiosidade, mais conhecimento, mais produtividade... 
Brian, conta, através de sua experiencia, como a curiosidade mudou sua vida. E eu, como boa leitora, e uma aspirante a escritora, fiquei fascinada por esse tema. Sem a curiosidade, duvido que teríamos tantas histórias incríveis. 

Quando alguém se pergunta: E se houvesse uma criatura noturna, imortal e condenada a sobreviver do sangue do ser humano, como seria a vida dessa pessoa? E se ainda, jovens fossem mandados para uma arena, para matar um ao outro para sobreviver e ficar livre da pobreza de seu distrito, quais as sequelas teria a mente desse jovem? Também me pergunto, se dois príncipes indianos fossem amaldiçoados a viverem para sempre em forma de tigres, como fariam para se livrar dessa maldição?

São perguntas, movidas pela curiosidade, que vários autores fizeram a si mesmos, e que deu origem a histórias incríveis e conhecidas em todo o mundo. A curiosidade move a imaginação!
Esse livro é ótimo para todas as pessoas que querem crescer em suas profissões, mas, especialmente aquelas que usam a criatividade. Eu colhi várias dicas desse livro e que acredito que só irá acrescentar no processo de desenvolvimento das minhas histórias. 
Além de ter histórias "curiosas" sobre Brian Grazer e seus entrevistados, o autor narra de forma descontraída cada encontro e com uma narrativa leve e divertida.  A única coisa que me incomodou um pouquinho, é a quantidade de vezes que o autor cita a palavra curiosidade no livro kkkk. Muitas vezes. Mas, nada que atrapalhe rs. Um livro mais do que recomendado!



Resenha #80 Uma Canção Para a Libélula P.2 - Juliana Daglio





Autor: Juliana Daglio
Editora: Arwen
Páginas: 368
Ano: 2016
Gênero: Sick-lit
Skoob | Compre











[Nota Pessoal]

Finalmente eu li Uma Canção para a Libélula parte 2!!!
Eu até tive que reler a primeira parte pois faz um tempinho desde que li e queria relembrar todos os detalhes. Claro que me emocionei de novo e me preparei para a parte mais intensa da história que é a segunda parte. Se você não quer tomar spoilers do primeiro, não leia essa resenha, ou se você não se importa, recomendo que dê uma passadinha na resenha do primeiro e depois venha para cá [Resenha Livro 1].
Terminamos o primeiro livro aflitos com a tentativa de suicídio de Vanessa e neste, podemos ver que ela não foi "bem sucedida" no seu intuito. Graças ao homem de gelo Nathan. O cara sempre de cara fechada, mas que neste livro terá um destaque merecido.
Claro, como imaginei, as coisas não vão ser nada fáceis pra Vanessa. Pois para ela, pior do que tentar se matar é fracassar na única tentativa em que teve coragem e ter que encarar tudo de novo. Seus medos, a culpa, tristeza e principalmente sua cruel mãe, Valéria. Mas, parece que algumas coisas mudarão e Valéria não vai ser mais o problema. Talvez ela mesma seja seu maior inimigo.
No início, é difícil aceitar que se tem uma doença sem cura, a depressão. Mas, eu fiquei admirada com a força de Vanessa. E claro que Nathan terá uma parcela nesse desenvolvimento.
Eu não quero falar muitas coisas pra não estragar a leitura. Então vou tentar não dar tanto a spoilers.
A medida que Vanessa se esforça para dar um passo de cada vez, Nathan vai se tornando parte fundamental desse processo e ainda um mistério para ela. E um mistério que ela quer desvendar.



Confesso que eu não imaginava o que havia por trás daquela máscara fria dele. Sabia que havia algo importante, pois Juliana nunca faz um personagem - ainda mais protagonista - sem uma boa bagagem. Então eu fui tendo uma boa expectativa, mas, ainda assim, no final me surpreendi com a história de Nathan. Sabe quando você descobre todas as coisas e depois tudo faz sentido? Todas atitudes do personagem? Foi esse o caso.
Sobre a relação mãe e filha:
Senti falta de mais algumas narrações de Valéria. Pois me peguei, assim como Vanessa, não acreditando em nada que viesse dela. Fiquei no escuro, só tentando imaginar o que se passava na cabeça dessa mulher. E, como já falei diversas vezes, eu não sinto raiva da Valéria, apesar de muitos leitores a odiarem. Eu suspeitava desde o início que a mente perturbada dela tinha algum motivo. Mas, é claro, nada justifica o que ela fez com a filha. E terminei o livro ainda com a sensação de que queria conhecer mais dela, mesmo depois de saber o que tinha pra saber. Ela ainda é um ponto de interrogação pra mim rs.

Algumas vezes, a história ia tomando um rumo em que eu me perguntava, "ah mas porque isso está acontecendo? Não, não tá certo...". E, como sempre, mais pra frente, a autora justificava o porquê daquilo ter acontecido e mais uma parte da historia se desenvolvia a partir daquele ponto. Tudo ali tem um porquê ou é necessário para o gancho que vem nas páginas a seguir.
O final foi perfeito. Não esperava que fosse algo como um Príncipe descendo do cavalo branco e nem o "felizes para sempre", mas, por um momento achei que uma das relações da história poderia ter tido um final mais "esperançoso" digamos assim rs. Isso, somente por que eu acredito (infelizmente ou felizmente) na mudança do ser humano. Mas, a realidade é outra, não é? E fiquei muito satisfeita com o desfecho.





"Há, em nós, os perturbados, esse ímpeto agressivo de fazer as pessoas engolirem o horror do que fazemos, isso antes da culpa tomar conta de tudo novamente."

“Sempre há um quê de poesia na natureza, se você olhar bem e se quiser mesmo ver. Tudo foi arquitetado para conter as respostas que precisamos... Só é preciso olhar de verdade.”

"Ele me tratou como se eu fosse de cristal e me mostrou que eu era de diamante"





Acompanhar a evolução de cada personagem foi um prazer. Transformações, quer boas ou ruins, aconteceram. Máscaras caíram, novas personalidades floresceram. Ou renascerem. Foi incrível!
Foi extremamente difícil não contar mais algum detalhe aqui nesta resenha pra vocês haha. Quero muito conversar com leitores que já tenham lido, e poder despejar tudo que senti rs.
Eu terminei este livro em lágrimas. Mas, lágrimas de emoção, esperança, e paixão. É simplesmente majestoso o momento final do livro. Mágico, poético.
Fica difícil, depois de ler o desfecho da libélula, escolher qual história da Juliana é mais especial rs. Acho que todas! Seguindo a linha do primeiro, este livro também é de uma escrita quase lírica. E esta escrita impecável (na minha opinião) da autora, me conquistou mais uma vez, e outra, e outra...
A Libélula me ensinou sobre mim mesma. Sobre alcançar voos que só poderemos dar sozinhos. Sobre como o perdão pode ser libertador e como o amor pode ser mais ainda.
Se estivermos no abismo, achando que tudo é o fim, e descobrimos dentro de nós uma centelha que seja, de amor próprio, amor a vida, é possível vencer. É possível ser maior que nossa Vilã cinzenta.
Basta você escutar a canção, a canção da vida, até o fim. Ou melhor, não pare de ouvi-la. Seguir o ritmo, fazer sua própria história. Afinal, somos todos libélulas e está na hora de romper o casulo.





PS: Atenção, se você apresenta sinais de depressão, não deixe pra lá, não esconda de si mesmo, procure tratamento com um profissional. Essa doença é séria e tem tirado o sorriso e a vida de muitas libélulas.  #SetembroAmarelo.

Resenha #79 Spotlight (Segredos Revelados) - The Boston Globe




Editora: Vestígio
Autor: Equipe do The Boston Globe
Gênero: Jornalístico/História
Páginas: 284
Ano: 2016
Skoob | Comprar








[Nota Pessoal] 

Quando vi que a editora disponibilizou este livro para resenha, não pensei duas vezes e pedi. Não era algo que eu aguardava ansiosamente, mas, a curiosidade me fez solicita-lo, principalmente depois da adaptação ganhar o Oscar de melhor filme.
Spotlight é um livro jornalístico. Não costumava me interessar por livros assim, mas, resolvi dar uma chance e me encontrei completamente imersa na leitura. 
A equipe jornalística Spotlight fez uma investigação que levou a descoberta de centenas de casos de pedofilia entre os padres da igreja católica.
Antes de entrar em detalhes, quero dizer que não estou aqui pra julgar religião, e sim falarmos de fatos e crimes cometidos pelos seres humanos, que na minha opinião não tem nada a ver com o lado religioso, pois sujeitos mal intencionados existe em todos os lugares e todas religiões. Lembrando que não podemos julgar outros milhares de padres de boa índole por causa destes.
Em 2002 o jornal The Boston Globe obrigou a igreja católica a prestar contas dos crimes de seus padres, revelando em reportagens bombásticas que centenas de crianças haviam sido molestadas com o consentimento das autoridades religiosas.
Assim que as primeiras vítimas decidiram abrir sua história e denunciarmos os abusos do passado, outras vítimas tiveram coragem de romper o silêncio.
Começamos  o livro conhecendo um pouco mais dos padres que cometeram os crimes. Nos inteiramos de suas histórias e de seus atos terríveis que eram encobertos por anos. Um dos casos com mais destaque é o do Padre Geoghan, que abusou de cerca de 200 crianças durante décadas.
Lembro- me que quando estourou o caso, muitos se perguntaram o porque dos padres pedófilos, em sua maioria, abusavam de garotos? Eu não tenho essa resposta, mas, Geoghan chegou a justificar em uma declaração...

"O padre Geoghan disse que, depois da ordenação, reprimida seu desejo pela companhia de mulheres, por recear o conflito com seu desejo pelo celibato." 

O que acontecia com Geoghan quando era descoberto mais um abuso, assim como centenas de padres pedófilos pelo mundo, eles eram apenas afastando de suas igrejas e mandadas para outras após um acordo entre as vítimas e advogados. E assim podiam cometer seus crimes novamente. Nenhuma das denúncias chegavam a ser levadas a diante pois eram abafadas com uma quantia alta de dinheiro para as família das vítimas, pagas pela arquidiocese.
Muitas das vítimas se afastaram de sua religião, desacreditarem de sua fé após os acontecimentos. 

"Quando todo o resto dava errado, eu me voltava para a igreja. E agora, o que eu faço?"
(Frank Doherty, pai tima de abuso de Padre Talbot




"Um homem que se disfarça com o manto de Deus pata se inserir no seio de uma família - que passa a comhece-lo, ama-lo e confiar nele -, com o objetivo de molestar seus filhos, é a encarnação do mal."
(Raymond Sinibaldi, vítima de abuso do Padre Tourigney)

Algumas das vítimas não reagiam, simplesmente por que viam na figura do padre, algo santo, em que se pudesse confiar, e ficavam confusos demais com o que acontecia, culpando-se ao invés de culpar o agressor.

"E então isso começa a ser feito com você, e seu corpo reage de um jeito enquanto sua mente reage de outro... A essa altura você não entende mais o que está acontecendo com seu corpo e com sua vida. Você sabe que se sente atraído por mulheres, mas está sofrendo uma coisa como essa... tem alguém dizendo que deseja o seu corpo, mas não é uma mulher. E seu corpo reage fisicamente."
(Andrew Menchaca, vítima de abuso de Padre Trupia)

"Eu estava naquela idade pre adolescente em que a gente sabe a diferença entre o certo e o errado, mas como foi um padre que fez aquilo, criou um monte de confusão na minha cabeça."
(Patrick McSorley, vítima de abuso de Padre Geoghan)

Eu imagino como quantas famílias foram destruídas e destinos dilacerados em resultado dos abusos encobertos. Não culpo somente a arquidiocese. Eles sabiam de todos os abusos e nada fizeram por muito tempo. Esqueciam-se de amparar as vítimas, tratado-os com frieza e passavam a mão nas cabeças dos padres.

"O que eles tentavam proteger era a noção de que a Igreja é uma sociedade perfeita" esclareceu o padre. "Se a arquidiocese realmente quisesse proteger seus outros padres do escândalo, deveria ter se livrado muito antes daqueles,  dentre nós, que abusavam de crianças."



Como disse, não são os únicos culpados.  Os advogados das vítimas também ficaram calados diante de acordos em que recebiam um bom dinheiro. Aliás, um deles era o advogado de várias vítimas e as convencia de se calar diante do acordo. Como esse advogado deixava que isso continuasse acontecendo a outras vitimas, quando se calava para receber mais alguma grana? A próxima poderia ser um de seus filhos!
E eles sempre conseguiam convencer as vítimas de aceitar o acordo. Elas estavam apavoradas demais, com medo de serem rejeitadas na comunidades, ficarem faladas e também precisando do dinheiro, acabavam cedendo. E era um erro. 
Aliás, havia pontos semelhantes entre as vítimas. Os padres escolhiam sempre em sua maioria, mães solteiras, que moravam em bairros pobres, e necessitando de ajuda. Dessa maneira conseguiam entrar em seus lares e cumprir o papel de um pai.
A maioria das crianças abusadas nunca superaram, nutriam ódio, mas, uma delas conseguiu perdoar seu agressor...

"'Tendo dito isto, eu chego à verdadeira razão que me trouxe até aqui. A verdadeira razão da minha visita é lhe pedir que me perdoe pelo ódio e ressentimento que senti por você ao longo doa últimos 25 anos." Quando eu disse isso, ele se levantou e, no que eu descreveria como uma voz demoníaca, disse: 'Porque você está me pedindo para perdoar você? '. E entre lágrimas eu respondi: 'Porque na bíblia me diz para amar meus inimigos e rezar por aqueles que me perseguem."
(Tom Blanchette, vítima de abuso do Padre Birmingham)

É uma obra muito boa, informativa e que abre nossos olhos para a maldade do ser humano. O que devemos fazer é não nos calarmos diante de um abuso. Esses homens  deixaram feridas abertas na vida dessas pessoas, tão grandes, que talvez algumas delas jamais cicatrizem.
Não podemos nos calar diante disso!

"Eu acho que manter silêncio é um pecado", disse Virginia Doherty. "A cura nunca será possível se todos ficarem em silêncio."

Se você sofre algum tipo de abuso e está lendo isso, não se cale. Procure ajuda, alguém próximo que te ouça e denuncie! Liberte seu silêncio e se liberte dessa situação. E, se você desconfia de alguém que está cometendo abuso ou sendo abusado, pergunte, ofereça seu apoio. Às vezes, a pessoa só precisa de alguém capaz de ouvir seu grito silencioso.
Para você leitor que quer saber o resto dessas informações e o que aconteceu a esses padres finalmente denunciados e a história impactante de suas vítimas, não deixe de conferir Spotligth.



Olimpíadas Literárias 2016 | 1° Edição


Olá corujinhas!! Com muito orgulho e amor, venho falar e apresentar a vocês esse super, hiper, ultra, mega evento!
A Primeira Edição das Olimpíadas Literária!!!
Querem saber tudinho? Fiquem ligadinhos nesse post...


Lançamentos Julho/Agosto 2016 [Editora Arwen]


Monalisa desenhando a morte - Danny Belo

Sinopse: Após viver em vários lugares do mundo e fixar raízes em Chicago, nos Estados Unidos, a jovem Monalisa, funcionária de uma galeria de artes e aspirante à artista, pretende ingressar na Universidade da Califórnia para se livrar de sua mãe, com quem tem um relacionamento bastante conturbado. Porém, nem tudo acontece como ela planeja. Na noite tempestuosa de seu décimo oitavo aniversário, o destino resolve testar todos os seus limites, direcionando-a a um caminho completamente aterrorizante que coloca a sua vida e a de quem ama em perigo.
Para conseguir sobreviver, Monalisa terá que desenhar a morte e sem tempo a perder, ela vai trilhar inúmeros caminhos que a levarão a conhecer melhor a si mesma e as pessoas ao seu redor. Pânico, vingança e morte, o que você faria se sua única saída fosse um lápis? Descubra em Monalisa desenhando a morte, e cuidado! Seu próximo passo pode desencadear uma tragédia.






A Saga de Orum - Lara Orlow 

Sinopse: A pedra sagrada do príncipe Oxaguiã está desaparecida e isso está abalando os pilares de sustentação de todo o cosmos, o que pode acarretar na aniquilação não apenas de Orum, como também da Terra. A única esperança dos “dois mundos” é uma antiga profecia, que diz que a raça quase extinta de Guerreiros Sagrados da Terra — descendentes dos Orixás — poderá trazer a paz de volta. Rick, Verônica e Duda são três jovens comuns, completamente despreparados que, do dia para a noite, veem-se com a responsabilidade de salvar o mundo. Mas serão eles capazes de superar tantos desafios? Conseguirão aprender rápido o suficiente para salvar não apenas a vida dos Orixás, mas também as suas? A Saga de Orum é uma história da Literatura fantástica repleta de aventura, e que traz para o leitor uma temática imersa em lendas e mitos africanos.








Prospecto - Tatiane Rodrigues 

Sinopse: O impossível é só o começo. 
Daiane Campbell é uma garota apaixonada por livros e sonha com o dia em que possa encantar pessoas com suas histórias. O que não esperava era que fosse viver sua própria aventura irreal. Em meio à monotonia da cidade, descobre pertencer ao mundo dos Guardiões, pessoas que têm a missão de proteger o Tempo e abençoadas com dons excepcionais. Quando Michael Jones, um antigo Guardião, ameaça a estrutura desse mundo, Daiane terá que decidir a qual lugar pertence: aos Guardiões ou à vida real. Em meio à guerra, amores e contradições virão à tona e o impossível se torna a única chance de salvar a todos. A palavra Prospecto pode ser tudo o que precisam para vencer, mas também pode levá-los à morte.









A Máscara do Rei - Francine Cândido 

Sinopse: Um país talhado à espada chega ao ápice de uma guerra dinástica. Dois reinos disputam pelo controle da cidade sagrada, mas sua sede por poder levará todos à descobrir que o caminho é mais obscuro do que se imaginava. Da guerra se construiu um império, das cinzas e do sangue se forjou um rei. Na teia da mortalidade, jogar é a única forma de sobreviver, pois nem todas as peças permanecem inteiras no fim.
Um rei que não quer guerra, mas tem de ir para ela. Um rei que quer destruir todos os seus inimigos, por pura glória e rancor. Um príncipe que precisa lutar pela sobrevivência.
Noite Sombria - Daniele Oliveira 
Sinopse: Laura Cruz acabou de perder o emprego e o sonho de independência parece longe mais uma vez. Com a autoestima abalada, ela decide fazer uma tatuagem e sair para curtir uma noite com sua melhor amiga a fim de espairecer e pensar melhor em quais serão os seus próximos passos. O que não imaginava é que essas duas simples decisões poderiam mudar toda a sua vida.
Um encontro inusitado a leva a descobrir que sua tatuagem não é um simples desenho, como ela acreditava, e sim o símbolo de uma raça antiga e extremamente poderosa. Marcada pela magia dos Vantaecs, Laura vê o mundo mudar diante de seus olhos e acaba ingressando numa aventura sobrenatural inimaginável. Sem saber exatamente qual o seu papel diante da sociedade da magia, ela se depara com uma série de assassinatos ritualísticos envolvendo disputa por poder, traições e muitos perigos. 
Não podendo confiar em ninguém e com a difícil responsabilidade de ser a última Vantaec, Laura terá que lutar com todas as suas forças para deter o mal. Ela descobrirá, em uma noite sombria, o quão poderosa pode ser.



Submersão: Série O Lago Negro - Juliana Daglio 


Sinopse: Para Verônica Cattani os monstros que tanto tememos e desconhecemos não vivem embaixo da cama, ou atrás dos armários, muito menos em filmes de Terror – eles vivem dentro de sua própria mente.
Depois de se mudar pra Lagoana e descobrir que sua memória esconde enigmas ainda mais profundos, ela se vê frente a frente com pessoas que nem imaginava fazerem parte de seu passado. Em seus textos, estão todas respostas e a família Caprini parece temer tantos seus significados quanto ela os teme.
Liam não tem mais segredos. O garoto da capa vermelha saiu de seus sonhos, retornou para seu presente, e enfrenta os Caprini com costas eretas e um cinismo único. Ele é a única coisa que a impede de mergulhar agora. Seu pedaço de sanidade numa mente caótica. Porém o Anjo de Asas Douradas está prestes a se revelar, trazendo em seu poder algo que será difícil recusar: a oportunidade de saber o que existe nas profundezas do Lago Negro.
Há muito mais a se descobrir em Lagoana e dentro das lembranças reprimidas de Verônica. Mistérios serão revelados, mas será que você fez as perguntas certas?
Do Silêncio à Condenação: O Círculo dos Imortais II - Ananda V. 
Sinopse: Melissa tinha sobrevivido. Após a descoberta de ser o alvo de uma busca feroz que já atravessava gerações, ela se vê submersa em um ruidoso silêncio, o que não cessará sua luta por sobrevivência. As Criaturas que pertencem à Noite assistiram ao seu majestoso despertar, e agora a desejavam com ainda mais paixão. Além do perigo iminente, a jornada de Melissa se tornaria cada vez mais obscura, sendo seu maior inimigo ela mesma. A prova empírica da existência do Mal havia transformado seu mundo e a si mesma da maneira mais cruel e irreparável possível. Entre o ódio e o amor, Melissa tem uma escolha a fazer. Mergulhar em si mesma pode ser perigoso, mas há certo charme em pertencer aos juramentos da Noite, não?



Coração de Escamas: Ninho de Fogo II - Camila Deus Dará 


Sinopse: O mundo que Melane conhecia não existe mais. Fadas, sereias e dragões fazem parte de sua realidade agora. A mestiça conseguiu libertar seu povo da maldição e da fome, mas o perigo ainda não acabou. Pedrus continua solto e somente ela poderá descobrir onde encontrá-lo. Esta parte da jornada não será fácil e Melane nem imagina todas as dificuldades e desafios que terá que enfrentar. Laços fortes de amizade, amor, traição, corações partidos, batalhas, sangue e morte, é isso que te espera nesta nova etapa de Ninho de Fogo!












Antologia Demontale: 

Era uma vez...uma rainha muito má, que queria controlar todos os reinos dos contos de fadas. Cansada dos finais felizes — principalmente das bruxas e madrastas incompetentes — resolve fazer um pacto com o bom senhor das trevas, Mefisto, para conquistar o poder de Taleland. Porém, o dissimulado demônio começa a agir sozinho, possuindo o corpo dos príncipes e transformando-os em Generais das trevas a fim de trazer o submundo aos domínios. Bestas, espíritos e criaturas infernais, começaram a aterrorizar os contos de fadas e cabe às princesas derrotar as trevas e expulsar Mefisto do corpo de seus amados, para assim salvar todo o reino. O que será que vai acontecer nesta batalha épica, onde as mocinhas terão que se tornar verdadeiras guerreiras? Conte-nos vocês! Convocamos todas as princesas dos contos de fadas para embarcar nesta aventura! Peguem suas winchesters e seus kits contra as trevas! A caçada começa agora!







Selo Editorial Regeneração: 

Lágrimas de Outono - Amanda Bonatti 

Sinopse: Isabel tinha uma infância feliz, cercada pelo carinho da família e era especialmente apegada à sua mãe, que a ensinou a amar as flores e a cultivar o mesmo apreço que tinha pelo belo jardim da casa onde ambas nasceram. O encanto presente naquele lugar era a representação do amor que unia mãe e filha.
No entanto, Bel precisou aprender a lidar com as primeiras perdas ainda muito nova, vivendo momentos difíceis. Depois de perder a mãe, ela passou a questionar e se revoltar contra Deus: por que Deus permitia que ela sofresse tanto?
O tempo passou, a menina cresceu e se tornou mulher, mas, a dor e a saudade ainda a perturbavam e, em seu coração, permaneceram os mesmos medos e dúvidas de quando era criança. Ela conhece Joaquim e juntos traçam uma história de amor e superação, com mais algumas perdas, dificuldades, lições e recomeços. O amor lhes mostrará que a vida é feita de etapas e devemos compreender e acreditar na única força que nos faz continuar. Assim, o sofrimento aos poucos se transforma em aceitação e é quando ela receberá de presente aquilo que acreditava nunca mais possuir.
Bel precisará passar por um caminho de provações que a levará a aprender a confiar nos planos de Deus, trilhando um caminho de aprendizado, para assim, entender que os laços de amor são muito fortes e nos acompanham eternamente.


Resenha #78 - Invocação do Mal 2






Título Original: The Conjuring 2
Data de lançamento: 9 de junho de 2016 (2h 13min)
Direção: James Wan
Elenco: Vera Farmiga, Patrick Wilson, Frances O'Connor
Gênero: Terror
Nacionalidade: EUA








Lançamentos de Junho [Editora Arwen]



Oi corujas!!! Como estão?
Bem, mais uma vez estou chegando um tiquinho atrasada rs. Mas, nunca é tarde para contar boas novidades, não é não?
A nossa parceira Arwen, mais uma vez trouxe títulos maravilhosos para vocês, leitores! Vamos dar uma olhadinha nos lançamentos de Junho? De olho nas sinopses!

Maratona Literária de Inverno 2016 - Minha TBR



Falaaaa pessoinhas lindas?! Vocês lembram da última maratona que eu mostrei aqui no blog??? Pois é, eu flopei bonito, maaaaaaas, isso não quer dizer que eu vou desistir não é?
Como a maioria das pessoas sabem, o Victor Almeida do Geek Freak faz todo ano a MLI, e esse é meu segundo ano. O intuito é ler o dobro ou mais do que você costuma ler em um mês.
Dessa vez, eu não vou ler com aquela pressão de terminar tudo, até por que vou dar um tempo de resenhas, e só estarei lendo mesmo pra me distrair. Mas, vou me esforçar. Dá tempo de você criar a sua, pois a MLI começará na meia noite do dia 3 de Julho e termina dia 31 desse mês. E como sempre, pra ficar mais interessante, temos as semanas temáticas. Lembrando que não é obrigatório seguir as temáticas. Vamos conhecer?

Semana 1: Encalhados
Livros que estão na estante há mais de um ano

Para essa semana eu escolhi "CAIXA DE PÁSSAROS". Sim, ele está a mais de um ano aqui na minha estante, e tô até tristinha de deixar ele paradinho lá rs.


Semana 2: Hype
Livros que receberam uma quantidade grande de promoção; que foram muito falados

Um livro super Hypado, e que está aqui me esperando, é "O ORFANATO DA SRTA PEREGRINE PARA CRIANÇAS PECULIARES". E, fico feliz de colocar ele aqui na minha lista, pois logo sairá o filme. 



Semana 3: Outros Mundos
Livros que se passam em outros universos, planetas e/ou realidades

O livro que escolhi é a distopia "LARANJA MECÂNICA". Sempre ouvi falar muito bem dela, e é um livro curtinho, acho que vai ser bacana ler na maratona. Além desse, também decidi colocar "O DOADOR DE MEMÓRIAS", que é ainda mais curtinho, então acho que esses dois vai dar numa boa.



Semana 4: Diversidade
Livros com elementos ou personagens que representem diferentes culturas, costumes e/ou etnias


Gente, eu demorei pra escolher esse, pois, pra mim, qualquer livro de outro país, já representa uma cultura diferente da nossa, isso é fato. Eu sei que poderia ter caprichado mais e escolhido outro, mas prefiro seguir essa linha pra facilitar pra meu lado haha. Então, escolhi dois livros internacionais só, de pai e filho "MISERY" e "A ESTRADA DA NOITE". Acho que vou fechar com chave de ouro né?



Lembrando, que, se der, e eu terminar bem rápido algum livro, eu acrescento outro na semana. Mas, acho difícil. E vocês? Estão animados pra maratona? Já escolheram seus livros? 
Recomendo que vocês assistam ao vídeo aqui em baixo, onde o Victor explica direitinho. 
Boa maratona! *-*




Beijos da Sa!


Tecnologia do Blogger.